A suplementação pode melhorar sua recuperação muscular? | Blog Hopper Nutrition

Sabemos que todo praticante de esportes alta intensidade, chega a um momento em que sente a musculatura dolorida quase todos os dias!

Mas qual o significado dessas dores? Bem, hoje sabemos que elas possuem origem inflamatória provocada pelo exercício físico. Vamos dar um exemplo prático: você treina no dia 1; nos dias 2, 3 e 4 sua musculatura ainda está se recuperando do estresse dessa sessão de treinamento. Para se recuperar, seu organismo ativa uma resposta inflamatória, que ajuda na regeneração do músculo, a fim de deixá-lo pronto para um novo treino. Aqui, porém, podem surgir problemas que dificultam essa recuperação, um deles é a má nutrição.

“Como assim, Jean?”. Vamos seguir com o exemplo: supondo que você treinou no dia 1 pela manhã, e no restante deste dia, assim como nos dias 2 e 3, você se alimentou de maneira inadequada, adivinhe o que pode acontecer? Sua recuperação pode demorar mais a acontecer, e aquele músculo que deveria estar regenerado no dia 4 não estará. Consequentemente, você treinará com um músculo danificado o que, em longo prazo, e com a repetição desse erro, pode leva a uma lesão séria.

E como é possível evitar isso? Estudos científicos demonstram que se atentar ao consumo adequado de carboidratos, proteínas e vitaminas é uma boa estratégia. O consumo de carboidratos combinado com proteínas de alta qualidade (com quantidade interessante de aminoácidos essenciais, como whey protein, por exemplo), no pós-exercício, pode otimizar essa recuperação e fazer com que o músculo se regenere com maior rapidez.

Assim, para os que treinam em alta intensidade, a recomendação de consumir carboidratos junto com proteínas mostra-se muito interessante, uma vez que este carboidrato dá suporte energético ao sistema imune e recupera melhor o músculo, e as proteínas auxiliam a formação dos tecidos musculares que precisam ser recuperados.

AFAP Muscle Fast Recovery da Hopper Nutrition

Já conhece o AFAP? AFAP reúne carboidratos de rápida liberação de energia, e proteínas de alto valor biológico, combinados na proporção 4:1 (4 frações de carbo/ 1 de proteína). Clique aqui e conheça.

Gostou do post? Então compartilhe com aquele(a) amigo(a) que precisa dessa dica valiosa para se recuperar melhor!

Receba novidades no seu e-mail: