Gengibre e seus benefícios | Blog Hopper Nutrition

Entre os principais benefícios do gengibre está sua capacidade de reduzir dores e inflamações.

O gengibre (Zingiber officinale) apresenta em sua composição diversos compostos bioativos, entre eles, os gingerois e o zingerone, capazes de inibir a atividade das enzimas COX-1 e COX-2, bloquear a síntese de leucotrienos e prostaglandinas E2 e reduzir a produção de citocinas inflamatórias (IL-1 e TNF-α), demonstrando seu caráter anti-inflamatório e analgésico. Assim, esse rizoma (espécie de caule subterrâneo) vem sendo empregado para reduzir a dor em praticantes de atividades físicas e atletas.

O que dizem os estudos sobre gengibre?

Em estudo randomizado, duplo-cego e controlado por placebo, desenvolvido por Black et al (2010), verificou-se que com suplementação de 2 g de gengibre (cru ou tratado termicamente) durante 11 semanas, indivíduos que realizaram 18 contrações excêntricas dos flexores de cotovelo tiveram redução significativa da dor 24 h após o exercício. Esse mesmo grupo de estudo verificou que igual dose de gengibre para o mesmo exercício foi capaz de minimizar a dor após 45 minutos de seu consumo.

Em outro estudo, conduzido por Matsumara e colaboradores (2015), 20 participantes realizaram um protocolo de exercício excêntrico flexor de cotovelo de alta intensidade, induzindo lesão muscular, e receberam suplementação de 4 g de gengibre durante 5 dias. Todos tiveram uma aceleração na recuperação da força muscular após o exercício com relação ao grupo placebo.

Além de seu efeito analgésico, benéfico para os praticantes de esportes de alta intensidade e outros exercícios de alta intensidade, é importante ressaltar que o gengibre também pode exercer efeitos positivos sobre o trato gastrointestinal, evitando náuseas e turbinando o sistema imunológico.

Alguns suplementos nutricionais desenvolvidos especialmente para atletas e praticantes de exercícios de alta intensidade, como o pré-treino Murph,já contam com gengibre em suas fórmulas, ajudando a minimizar as dores decorrentes dos treinos.

Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário. Quer saber mais? Nossos experts avaliaram se os  esportes de alta intensidade provocam mais lesões que outros esportes. Leia!

Referências bibliográficas:

Black, C. D et al. (2010) Ginger (Zingiber officinale) reduces muscle pains caused by eccentric exercise. The Journal of Pain. 11(9): pp 894-903.

Black, C. D.; O’Connor, P. J. (2010) Acute effects of dietary ginger on muscle pain induced by eccentric exercise. Phytother Res. 24(11): 1620-6.

Wilson, P. B. (2015) Ginger (Zingiber officinale) as na analgesic and ergogenic aid in sport: A systemic review. J Strength Cond Res. 29(10): 2980-95.

Matsumura, M. D. et al (2015) The effects of pre-exercise ginger supplementation on muscle damage and delayed onset muscle soreness. Phytother Res. 19(6): 887-93.

Receba novidades no seu e-mail: