Quer melhorar sua performance esportiva? Confira 6 dicas | Blog Hopper Nutrition

Alcançar a performance esportiva desejada envolve diversos comportamentos do individuo, tais como mudança de foco, aumento da disciplina, eliminação dos sentimentos que comprometem o resultado esperado, entre outros.

Entende-se por isso que o desempenho esportivo requer uma mudança de hábitos que pode ser gradativa para ajudar na adaptação, porém definitiva para evitar situações que interferem na meta desejada.

Além disso, é fundamental aprender com os erros, não se abalar com opiniões negativas das pessoas e seguir em frente para manter o propósito de garantir o bom desempenho nas atividades e a saúde.

Quer saber mais como melhorar sua performance esportiva? Então, não deixe de ler este artigo que fizemos para você!

Como garantir uma excelente performance esportiva

Para o indivíduo ou atleta que deseja obter resultados físicos adequados ao seu porte é fundamental traçar um plano terapêutico com o médico, considerando os pilares da boa alimentação, o equilíbrio emocional, alguns fatores genéticos e a condição socioeconômica.

Esses fatores serão essenciais para motivar o atleta desde o início da programação, controlando as tentações diárias, evitando deslizes influenciados por amigos e permanecendo em um estado emocional estável.

Além disso, é importante se ater a outros pontos. Vejamos:

1. Mantenha-se hidratado

A hidratação das células é uma questão importante para impedir um colapso fisiológico, devido à falta de água. Essa substância é essencial para todos os processos metabólicos e sua falta reduz a eficiência dessas atividades.

Ressalta-se que, atualmente, o quantitativo de água a ser ingerido pode variar entre indivíduos, a depender do tipo e da frequência de exercícios físicos praticados, da liberação por meio do suor e da forma de reposição.

O ideal seria consumir a partir de 2 litros diários, porém é interessante confirmar esse intervalo com os profissionais que estão acompanhando a performance esportiva para adaptar as demandas individuais e incluir eletrólitos, caso necessário.

2. Tenha uma alimentação adequada

A alimentação balanceada e nutritiva é um dos pilares para garantir uma melhor performance esportiva. A quantidade de carboidratos, proteínas e gorduras boas deve ser balanceada para atender a rotina diária profissional e de atividades físicas.

Outro ponto fundamental nesse contexto é o tipo de dieta que cada atleta seguirá e quais serão os impactos em seu desempenho diário, considerando que, em algumas situações, é possível fazer uma restrição severa no início para o corpo se ajustar.

Nesse sentido, algumas preparações devem ser eliminadas do cardápio ou substituídas por versões mais saudáveis, como é o caso dos alimentos à base de muito carboidrato complexo e com poucas propriedades nutritivas (massas em geral, guloseimas etc.).

Contudo, devido às diversidade das dietas e da resposta metabólica do individuo, é fundamental fazer um acompanhamento médico e nutricional para conseguir o máximo de benefícios, controlar os índices laboratoriais fora dos intervalos recomendados e manter disposição para as atividades diárias.

3. Cuidado com os influenciadores digitais

Hoje em dia, existem diversas influências sobre dietas e reprogramação alimentar disseminadas por blogueiros, profissionais sem formação na área ou mesmo celebridades de diversos segmentos.

Com isso, as pessoas são sensibilizadas por essas informações pouco confiáveis e se frustram posteriormente quando não alcançam os resultados esperados que outrora foram prometidos por essas personalidades.

Esses influenciadores também atuam no convencimento das pessoas a realizar atividades físicas, propondo práticas que podem sobrecarregar grupos musculares específicos ou desencadear processos inflamatórios.

O que se sabe é que a prescrição de uma dieta alimentar e do plano de atividades físicas é pessoal e ajustada às condições clínicas, farmacológicas, preferências do paladar e genéticas, e que não deve ser utilizada por qualquer pessoa.

4. Busque orientações de profissionais qualificados

Os profissionais clínicos que possuem experiência acadêmica e de atendimento ao paciente são os mais indicados para ajudar na melhoria da performance esportiva e devem ser os mais procurados para alcançar essa meta.

No entanto, é interessante trabalhar de forma interdisciplinar com os profissionais da nutrição, educação física, fisioterapia, endocrinologia, nutrologia, etc, para traçar uma proposta terapêutica integral para o paciente.

Nesse sentido, algumas instituições clínicas interdisciplinares já trabalham nesta modalidade, são mais bem avaliados pelos indivíduos e apresentam resultados significativos para além da adesão à terapia proposta.

5. Consuma os suplementos certos

O mercado fitness se expandiu vertiginosamente devido ao interesse dos indivíduos pela performance esportiva. Sendo assim, existe uma grande variedade de produtos para atender uma demanda que preza por qualidade e sabor.

Entretanto, é fundamental entender quais são as carências e as necessidades por suplementação para que a ingestão incorreta das substancias não atrapalhe o desenvolvimento físico e muscular, além de causar outros danos.

Nesse sentido, é preciso analisar quanto a administração de aminoácidos essenciais é necessária, quais os benefícios de uma suplementação pré- treino e outras considerações — e, se o foco for  esporte de alta intensidade, a hipertrofia muscular.

6. Trabalhe a atenção focada

Melhorar a performance esportiva não acontecerá da noite para o dia e nem adianta folgar algumas vezes e intensificar mais nas outras. Para se obter o efeito esportivo desejado, é preciso disciplina, foco e persistência.

A disciplina é o norteador de todas as outras motivações, pois ajuda na rotina diária, diminui a procrastinação e motiva o atleta ou o praticamente de esportes de alta intensidade a desafiar seus limites ao longo do tempo.

O foco é a atenção a ser mantida para alcançar as metas desejadas e, para isso, é fundamental criar mecanismos que reduzem os elementos que distraem do objetivo. Exemplo disso é quando o médico propõe a porcentagem ideal de gordura corporal e vai mostrando os resultados ao indivíduo ao longo do tempo, para sensibilizá-lo a continuar.

A persistência é a capacidade de não se abalar diante dos frequentes obstáculos físicos, pessoais, profissionais e tanto outros que podem influenciar direta ou indiretamente nos resultados almejados.

A melhoria da performance esportiva é uma meta desejada pelos adeptos a uma boa saúde e que gostariam de se superar em relação ao estado inicial. Para tanto, é fundamental ter disciplina, fazer acompanhamento médico, manter uma boa dieta e utilizar suplementos energéticos, caso necessário. Além disso, é aconselhável prezar pelo equilíbrio emocional frente às adversidades encontradas ao longo do tempo.

E você, gostou do nosso texto? Quer saber mais sobre o universo dos suplementos nutritivos para melhorar sua performance esportiva? Então, siga a Hopper no Instagram.

Receba novidades no seu e-mail:

Comentários:

Deixe seu comentário!