Polifenóis e sua ação no desempenho e recuperação de atletas | Blog Hopper Nutrition

Hoje já se sabe que essas substâncias atuam na prevenção da obesidade, diabetes e Alzheimer, por exemplo, entre outros benefícios promovidos ao organismo.

Polifenóis são substâncias que apresentam ação antioxidante e anti-inflamatória devido a sua grande capacidade de indução da sinalização da via Nrf2, aumento da atividade de enzimas como catalase, glutationa e superóxido dismutase, e redução da produção de citocinas inflamatórias.

Fontes de polifenóis e seus benefícios na prática esportiva.

Os polifenóis estão presentes em frutas como cranberry, maçã, cereja, romã, mirtilo, morango, acerola e uva; no chocolate 70% cacau, no brócolis, chá verde e semente de chia, entre outros alimentos.

Muitas dessas fontes naturais já são utilizadas para ampliar a ação antioxidante de suplementos nutricionais voltados a atletas e praticantes de esportes de alta intensidade, como é o caso do complexo proteico FORGE, que traz cranberry em sua formulação.

Isso porque evidencias científicas têm demonstrado que os polifenóis podem contribuir também com a performance esportiva e recuperação de danos musculares induzidos pelo exercício de média/alta intensidade, fator capaz de gerar aumento da inflamação e do estresse oxidativo muscular.

Estudos apontam que o consumo de antioxidantes, principalmente os polifenóis (aproximadamente 300 mg), de 1 a 2 horas antes do exercício, pode aumentar a resistência e melhorar o desempenho durante o exercício repetitivo de sprint. A suplementação com mais de 1000 mg de polifenóis diariamente, por 3 dias ou mais, promove melhora na recuperação após lesão muscular, graças a seu efeito anti-inflamatório e antioxidante.

Vale dizer que o mecanismo de ação dessas substâncias envolve a redução da produção de marcadores de dano oxidativo, como TBARS, MDA e hiperperóxidos lipídicos, e melhora a função vascular por meio de mecanismos mediados pelo aumento do óxido nítrico.

LEIA TAMBÉM: Gengibre e seus benefícios

Referência bibliográfica:

Bowtell & Kelly. (2019) Fruit-derived polyphenol supplementation for athlete recovery and performance. Sports Medicine. 49(Suppl 1): S3-S23.

Receba novidades no seu e-mail: